domingo, 23 de abril de 2017

Novidades e atualizações

Saudações, pessoas que ainda passam por aqui!

Faz muito tempo que não posto, eu sei, mas estou aqui novamente para informar os possíveis leitores e não dar aquela impressão ruim de blog morto. Porque este bloguinho querido nunca estará morto de verdade. Ele é muito importante para mim e fez/faz parte de algo que é muito forte na minha vida, a escrita e minhas histórias. 

Bem, durante todo esse tempo em que estive "fora", muitas coisas aconteceram. Eu tentei começar um novo blog, o Letras e Lendas, para poder fazer postagens mais aleatórias. Acontece que acabou não dando muito certo. Ele ainda vive, mas confesso que não me animei a continuar porque me acostumei mal com o feedback daqui (maldita compulsão por comentários). Adorei fazer todas as postagens de lá, mas depois de um tempo esfriei.

Fora isso, tive o clássico final de ano com fechamento de bimestre e muito trabalho e correria. Enquanto isso, continuei escrevendo o meu querido Sombra e Sol, que permanece sendo publicado no Wattpad. A história já está completa e estou na metade da continuação, Sangue e Névoa, tendo alguns percalços e dificuldades que sempre aparecem quando preciso fechar uma história. 

Quando fechar Sombra e Sol lá no Wattpad, pretendo compilar os capítulos revisados e fazer uma versão integral para a Amazon. Como pouca gente lê pela plataforma regularmente (leia-se: ninguém XD), acho que seria uma outra forma de divulgar e atrair novos leitores, ou até aqueles que começaram a ler, curtiram, mas não tem paciência ou tempo para continuar seguindo semanalmente. 

Bem, acabado o ano de 2016, começamos 2017, e veio então a senhora novidade: vou ser mamãe ♥. Já estamos, agora, de 18 semanas, esperando uma menina, nossa mui amada Sophia, para setembro. Eu e Odin estamos muito felizes, mas a minha cabeça e a minha disposição mudaram muito. Eu achava que isso aconteceria apenas quando a filhota nascesse, mas não; as prioridades com certeza já são outras, o foco também, e eu, que conseguia produzir um capítulo de algo novo por semana, agora produzo um por mês, e olhe lá. 
(Porque no tempo livre fico lendo sobre maternidade, vendo kit berço, bordado, cueiro, babando nas fotos de ultrassom, desesperando com sintomas normais, perdendo a memória, vomitando arco-íris...).

Claro que Sophia já tem um body do Shun para provar que nasceu gostando de CDZ. 

Ainda assim, logo, quem sabe, terei novidades literárias. No final deste ano sai a Trasgo Ano 1 impressa. Tem conto meu lá, O Vento do Oeste, que creio ser uma das melhores coisas que já consegui produzir em termos literários (e ainda pretendo expandir em um romance, mas isso vai ter que ficar para o futuro, quando Sophia já estiver indo para a escolinha XD). E tem outras coisas estacionadas, mas vamos ver o que virá. 

Bem, é isso, pessoal... estas são as novidades, e espero conseguir voltar aqui algumas vezes antes de setembro (digo espero porque pretendo fazê-lo, mas nunca se sabe...). Um abraço a todos e até breve... 
 

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

Promoção na Amazon e o destino de "O Enigma da Lua"

Saudações, pessoal, tudo bem?

É, eu sei, não passo aqui há tempos. Não há outra desculpa que não seja o desânimo e o trabalho, é claro. Mas hoje tenho mensagens importantes a passar, portanto, achei que valia a pena tirar a poeira do blog. 

Bem, primeiramente: pela primeira vez, meus livrinhos entraram em uma promoção da Amazon! Pois é. A Centésima Vida e O Círculo dos Sete, primeiros livros da série O Enigma da Lua, estão apenas R$ 1,99. Se você ainda não conhece e quer dar uma chance, é uma boa hora de fazê-lo. 

Na verdade, é a melhor hora para isso, e eu explico agora o porquê. 

Depois de MUITO pensar e tentar separar realidade X autoestima capenga/negatividade, tomei uma decisão que, creio eu, me deixará mais em paz para trabalhar com a minha escrita daqui para frente. Vamos aos fatos: 

Eu amo minha primeira história. Ela foi o início de tudo e me trouxe tantas, tantas coisas boas que eu nem tenho como enumerá-las. Porém, eu não amo a escrita que a contou, principalmente em "A Centésima Vida". Eu simplesmente SEI que eu posso melhorar as coisas, mas por todo esse tempo eu me convenci de que já havia lançado, de que o "estrago estava feito", portanto, o melhor era deixar como estava. 

(Com isso, eu não quero menosprezar quem já leu e curtiu minha história. Isso não tem nada a ver com os leitores, obviamente, e sim com o meu jeito de ver e lidar com o que eu faço). 

Eu me lembro que já postei aqui que reformularia meu primeiro livro, e muitos me disseram que gostavam dele e não havia necessidade disso. Eu agradeço do fundo do meu coração, porque sei que era verdade o que diziam, e sei que, sem esse tipo de apoio, não teria chegado ao Despertar de Kathul. Vocês fazem muita diferença. Porém, pessoal, eu continuo com aquela pulguinha me mordendo até hoje, e simplesmente não consigo - não consigo mesmo - mais indicar meus livros por aí. Não tenho confiança, não tenho vontade, não tenho energia XD. Por conta da minha escrita, eu não consigo acreditar neles, por mais que outros acreditem. 

Bem. Aí chegamos a outro ponto. As (1d4-1) pessoas que curtiram e acreditaram nesta história já a leram! Vocês comentaram, vibraram, torceram e me fizeram muito feliz. Ultimamente (desde o lançamento do último livro), eu não tenho vendido absolutamente nada na Amazon e muito menos no Clube de Autores. De vez em quando alguém me pede os PDFs por e-mail, mas é bem de vez em quando mesmo. Portanto, acho que é uma boa hora para tirar os livros de cena, deixá-los descansar e depois voltar com  exatamente a mesma história, mas com uma escrita que me deixe um pouco mais em paz, quem sabe. 

Escrever é um hobby (para mim)... mas também é uma profissão. Há muita gente fazendo cursos, se especializando, pagando revisão, diagramação, lutando com financiamento coletivo, caçando editora séria... eu mesma venho tentando fazer isso, dentro dos meus limites. Me dói que alguém pegue meu primeiro livro e desista de tudo que eu vier a fazer por conta de uma escrita mais amadora. E me dói que alguém diga que ninguém em terras nacionais escreva bem por conta de algumas más experiências. Por conta, quem sabe, das palavras mal escolhidas e da narrativa truncada de uma tal Liége B. Toledo (exemplo fictício, mas que pode muito bem acontecer!).

Talvez isso soe como mimimi, mas a verdade é que eu venho tentando resolver as coisas com ações práticas, e creio que esta é a única forma de sanar o meu incômodo e renovar minha vontade de divulgar o que eu faço. Durante setembro, O Enigma da Lua ainda estará disponível normalmente, mas depois, irei retirar os livros da Amazon e do Clube. Não eternamente, é claro! Mas desejo, de coração, fazer novas edições no futuro, pelo menos dos dois primeiros. Os livros merecem este carinho, porque eu gosto muito deles e quero que eles sejam o melhor que eu posso fazer. 

"Ah, Liége, então você vai parar de escrever por enquanto?" Não, nada disso. Continuo firme e forte com Sombra e Sol lá no wattpad que, embora não seja perfeita, é uma obra mais próxima daquilo que eu considero satisfatório para as minhas habilidades atuais (em termos de escrita - as histórias continuam cheias de romance, aventura, elfos e tudo aquilo que eu não vivo sem). Ah, e para quem quiser, deixarei "O Despertar de Kathul" de graça na Amazon na semana que vem. Mas depois falamos sobre isso :). 

Bom, é isso aí. Tentei resumir meus motivos e espero que tenha conseguido ser clara. Eu agradeço a quem chegou até aqui comigo e perdoou todas as falhinhas da minha escrita porque, como eu, amava/gostava da história e dos personagens. Vocês são poucos, mas são demais, e me animam a continuar. 

Um abraço e beijo no coração! 

quinta-feira, 7 de julho de 2016

"O Despertar de Kathul" - apreciação em vídeo!

Saudações, queridos leitores, tudo bem?

Hoje "O Despertar de Kathul", o último livro de O Enigma da Lua, ganhou a apreciação em vídeo da querida Gisele Bizarra, autora da série Amberblades e de outros contos e histórias muito supimpas. Eu fiquei muito contente! Querem saber o que a Gisele achou? Aqui vai o vídeo:




"Este pequeno livro!", hahahahaha! Gente, é verdade, a versão física ficou grande demais.... Jesus! 

Eu confesso que estou me sentindo um pouco culpada por ter te deixado tão angustiada, Gisele! Por outro lado, se você ficou agoniada é porque os personagens e a história te cativaram (assim espero XD) pelo menos um pouco! 

Mas é verdade, o volume final é bastante tenso e cheio de provações (estou pensando em me mudar para o México e levar a minha veia dramática para a Televisa, hehehe, brincadeira). Confesso que foi um livro um pouco mais sofrido de escrever, portanto, sinto a dor dos leitores. 

(Eu prometo que Sombra e Sol é mais alegrinho. Pelo menos eu acho. Não sei.)

Bem, é isso por hoje, pessoal! Muito obrigada pelo vídeo, pela leitura e pelo carinho de sempre, Gisele!

terça-feira, 5 de julho de 2016

Minha experiência com o Wattpad até aqui



Saudações, pessoal! Faz um tempão que eu não passo por aqui, eu sei, mas estive muito atribulada. Todo mês de junho, acontece, no colégio onde trabalho, um evento chamado Festival Cultural, e ele consome nossas almas muito do nosso tempo. De qualquer modo, como estou (finalmente!) de férias, resolvi tirar a poeira do meu amado blog. 

Como quem passa por aqui sabe, eu iniciei uma nova empreitada literária, Sombra e Sol, e desta vez quis publicar a história aos poucos. Para isso, usei o wattpad, uma plataforma de leitura gratuita. Hoje quero contar como está sendo minha experiência. 

Uma das maiores vantagens de usar o wattpad, para mim, foi criar um hábito de escrever sempre e postar toda semana. É um exercício interessante, e eu gosto bastante de me manter produtiva neste sentido. Escrever me dá um prazer enorme, mas é muito fácil ser engolida pelas obrigações diárias e deixar de lado uma atividade que a gente ama, mas que não nos traz nada de "concreto" ou "prático". Porém, confesso que já tenho grande parte da história escrita; para publicar, eu apenas reviso. Vamos ver como vai funcionar quando a parte que já tenho chegar ao fim. 

Outra vantagem foi ter ganhado alguns novos seguidores por lá. É sempre bom, e eu tenho a impressão de que ter "revivido" meu wattpad trouxe alguns novos possíveis leitores. 

Quanto às leituras! Pessoal anda acompanhando? Para ser sincera... não XD, hehehehe (e PELOAMOR, isso não é um choramingo ou uma "cobrança velada", credo! É só honestidade mesmo!). Leituras regulares, por enquanto, só de pessoas próximas - marido lindo, ilustradora linda e amiga linda (Amanda ♥). A coisa começou bem e eu até cheguei a receber comentários de leitores novos, mas depois de alguns capítulos, o pessoal pulou do barco. Não sei se é porque a história foi ficando desinteressante ou se é porque a coisa funciona meio que assim mesmo. Vejo que, na maioria das vezes, os primeiros capítulos das histórias no wattpad têm mais visualizações; depois, a coisa vai rareando. Acho que é normal... 

Não desanimo porque estou acostumada ao interesse restrito (todo mundo tem dificuldade para achar leitores e, vamos e venhamos, eu divulgo pouco e sou muito tímida para falar das minhas coisas fora do blog), mas é preciso manter em mente o mantra "escreva porque gosta, escreva porque gosta, escreva porque gosta...". Uma coisa que me deixa um pouco enfastiada é o spam disfarçado de interesse. São comentários do tipo: "olá, que bela história, parabéns, gostaria que você também conhecesse a minha, é essa aqui...". Olha, gente, eu até entendo a estratégia, e no começo me comprometi a ler algumas coisas, mas depois de um tempo cansa. A gente já batalha com quase nada de visualizações, e as poucas que vêm ainda são spam? Como você quer que leiam as suas coisas se você só entra na história dos outros para fazer propaganda da sua? É mais honesto divulgar de outras formas, sinceramente. Não leio mais um "A" de quem faz isso, sério, me tira as paciências! 

(Caham. Desculpe).

Enfim! Apesar das leituras esparsas, estou animada, porque estou curtindo muito escrever a história. Inclusive, estou pensando em postar outras coisas lá, como o meu romance com ares orientais, "Coração de Areia". Quem sabe eu atinja um público maior? Tenho notado uma certa rejeição em relação à alta fantasia com elementos clichês (tipo elfos, florestas, anões... eu continuo adorando, sou uma mulher de gostos simples XD, mas o pessoal anda enjoado). Ainda que eu tente colocar "bacon no meu feijão", como disse o Rodrigo van Kampen neste texto divertido sobre clichês (adorei o clichê-filme-da-xuxa), nem sempre é fácil atrair as pessoas assim. Bem... só tenho uma coisa a dizer... DEIXE EU FICAR COM OS ELFOS, POR FAVOR! 

Caham. Provavelmente, o problema maior está na saturação e na falta de confiança das pessoas em relação ao meio independente e à plataformas onde TUDO pode ser colocado. De qualquer modo, estudo novas possibilidades com o wattpad. Eu gosto de lá! 

Por fim, indicações! Tem histórias maravilhosas que ando acompanhando ou acompanhei por lá! Por favor, se vocês curtem fantasia, chequem os perfis do Hayachi (A Jornada de Samara é uma joia que merecia ser publicada por uma editora, sério, gente!), do Thales Ferreira, nosso amigo e um escritor supimpa, do meu querido Odin, que colocou contos ambientados em Elgalor lá, e dos já conhecidos por aqui Charles Krüger e Gisele Bizarra, com contos e histórias nota 1000. E tem muito mais gente boa, como a Karen, a Melissa, a Ana Merege... o wattpad tem bastante material legal, basta procurar. 

É isso, gente. Continuamos na luta por aqui, mas sem muitas pretensões, hehehe. Eu curto muito escrever, mas minha ansiedade/fobia social e a ideia de que as coisas nunca estão boas o suficiente (pra algo que eu nem sei o que é) dificulta que eu "meta as caras" por aí e saia divulgando o que eu faço. Mas... quem sabe é verdade que devagar se vai ao longe... 

Abraços e beijos no coração! 


terça-feira, 17 de maio de 2016

A playlist de Sombra e Sol


Saudações, queridos leitores! Pois é, faz mais de mês (acho) que eu não passo aqui, mas voltei e voltei por uma boa causa. Como vocês sabem, minha mais nova empreitada literária está alocada no wattpad e eu ando bem empolgada. Sombra e Sol já tem 143 leituras (tá, eu sei que é pouco, mas, para mim, é o suficiente pra ficar felizinha. Afinal, na Amazon eu basicamente não vendo nada. Então, 143 leituras é muito mais do que eu esperava) e sete capítulos publicados.

Quem me acompanha sabe o quanto eu curto música e também sabe que ela influencia bastante na minha escrita. Eu escrevo as "primeiras versões" das minhas coisas ouvindo música (para revisar/reescrever eu geralmente prefiro o silêncio); é impressionante o quanto a música me ajuda a conhecer melhor meus próprios personagens. Eles geralmente acabam ganhando "temas" (instrumentais ou cantados) e isso muitas vezes funciona como uma "bússola". 

Recentemente, esta anta que vos fala descobriu o maravilhoso (e muy antigo) recurso das playlists no youtube e se empolgou a fazer uma para "Sombra e Sol". Eu comecei a escrever esta história logo depois de terminar "O Despertar de Kathul" (novembro de 2015). Desde então, tenho escutado melodias que me influenciaram bastante. A lista de todas elas seria muito grande; tem uma porção de coisas bem (ou mais) "cheesy", breguinhas, que fazem parte da minha lista secreta de "guilty pleasures" (eu ainda falo sobre isso). Portanto, eu não coloquei tudo; quis selecionar as mais significativas e que tivessem relação mais direta com os personagens e a história. Sem mais delongas, vamos lá:




Dezoito músicas e uma "breve" explicação sobre elas (sem super spoilers, juro!):

1 e 2 - A abertura e a música final da adaptação de "Longe deste insensato mundo/Far from the madding crowd". Um dos personagens de "Sombra e Sol" é filho do Myron e da Valenia (tá, spoiler leve, mas isto não revela o que acontece com eles, né?), cujo "tema" sempre foi esta música, "The Gravel Road". A semelhança entre "The Gravel Road" e o tema de "Far From the Madding Crowd" é grande e me lembro de ter relacionado a melodia ao El, à Lily e a tudo que tivesse relação com a história. Estes são os temas instrumentais de "Sombra e Sol" porque são como "filhos" de "The Gravel Road", o tema de Valenia e Myron, na minha cabecinha XD. 

Fora que é uma música linda, emocionante, e tem tudo a ver com a história. Pronto. 

P.S. Assistam "Far from the Madding Crowd". A mocinha dá nos nervos, mas é um bonito romance de época. Leiam o livro também. 

3 - Danza de Fuoco e Ghiaccio - Rhapsody of Fire - Esta é a música do bardo da história, Dufel (é outro Dufel. Desculpe. Há uma explicação). Tem tudo a ver com ele (é ele cantando, pronto) e seria a música de abertura de Sombra e Sol caso a história virasse uma série de TV/anime, hehehe. Fala sobre a Lua, sobre o Sol, sobre um lobo de olhos vigilantes... é poética, é alegre. Tudo a ver com a história e com o Dufel "falsificado", como o Eladar gosta de falar. Caso encerrado. 

4 e 5 - The one that got away e Poison and Wine - The Civil Wars - estas duas músicas têm letras não exatamente exatas (hahahaha, redundante, eu?) para a história. Porém, elas têm um clima muito apropriado aos "conflitos existenciais" de uma das personagens, a Faena. Quem for acompanhando a história saberá que ela tem tudo a ver com "Oh, if I could go back in time... I wish I never ever seen your face... I wish you were the one that got away" e "I don't love you, but I always will". Bichinha marrenta, esta Faena XD. 

6 - Strangely Beautiful - Amethystium - uma instrumental que tem tudo a ver com Faena, Faedran e a mágica Afeldhun.

7 -With or without you - U2 - "See the stone set in your eyes, see the thorn twist in your side, I wait for you [...] And you give yourself away [...] My hands are tied, my body bruised, she got me with nothing to win and nothing left to lose".  Tudo a ver com o Eladar e eu deixo para vocês a missão de descobrir o porquê lendo XD. (brincadeira, é que se eu conto é spoiler). 

8 - The bioluminescence of the night - James Horner - Tema de Afeldhun, conhecida como "a floresta dentro da floresta". :)

9 - The Cage - Sonata Arctica - um quase tema do personagem Faedran por motivos que vocês terão de descobrir lendo também. "Freedom has a meaning for me [...] Howl with me" :D. 

10 e 11 - Sleepsong e Lullaby - Secret Garden e Josh Groban - Estas aparecem porque, basicamente, temos mamães, papais e filhotes nesta história e estas seriam as músicas que as mães e os pais cantariam para suas crias. ♥

12 - Te tengo miedo - Adriana Mezzadri - uma música que fala sobre uma moça que está querendo afastar seu amor porque tem medo do coração cigano dele (por mais breguinha que isso possa soar), tem tudo a ver com a querida Lyriel. Além disso, esse clima "bárdico" da melodia... aaaah.... até posso imaginar todos dançando em um Festival da Lua Cheia. 

13 - I can't help falling in love with you - Hayley Reinhart - "Wise men say... only fools rush in... but I can't help...". Opa, vamos parar por aqui.

O clássico de Elvis aparece aqui em uma versão feminina suave - mas intensa e cheia de sentimento - que tem tudo a ver com a... Driali? Sim, mas esta não é a Driali de O Enigma da Lua. É outra, uma guerreira ruiva tão sensata e séria quanto a primeira Driali (mas menos sentimental). 

Também tem a ver com a Faena... quem diria. :)

14 - Dark Night of the Soul - Loreena Mckennitt - basicamente, a música de todo mundo que se apaixona nesta história. Porque é tudo meio complicado e vai exigir muita entrega, mas, no final... 

15 - Fear not this night - Asja - esta é uma música de irmãos. Com certeza parece algo que Lyriel e Eladar diriam um ao outro nos momentos difíceis, e parece o jeito como a Olena (logo ela aparece!) fala com a Lyriel em certas cenas da história. 

16 - If we hold on together - cover by Jenn - música muito fofa e que tem cara de encerramento de anime. Eu usaria para este fim, se Sombra e Sol virasse uma animação japonesa. Já imagino cenas dos personagens sentadinhos olhando para as estrelas e vendo o sol nascer, tipo quarto encerramento de Inuyasha. (Sou doente. MEGURU MEGURU TOKI NO NAKA DE :´). Enfim, a letra tem tudo a ver com a história e passa o clima dela certinho. 

"Words are swaying... someone is praying... please let us come home to stay" :´) 

(Peguei um cover porque achei mais suave. Mas também amo a original com a Diana Ross). 

17 - Brothers under the sun - Bryan Adams - Esta música de Spirit - O Corcel Indomável tem tudo a ver com Faedran e com Faena, mesmo ela sendo uma péssima irmã em certo momento desta história. Vocês verão. 

18 - Come away to the water - Esta música foi escrita para o Eladar, sério. De um ponto de vista "vilânico", mas foi. "Come away little lamb, come away to the slaughter... come away, little light, come away to the darkness". Sério, dá até medo. Não, eu não tinha ouvido ela antes de escrever. Nem me lembro como a conheci, mas sei que combina perfeitamente. Brrrr! 

Bem, é isso, pessoal. Espero que esta playlist ajude a instigar certa curiosidade sobre Sombra e Sol. De qualquer modo, foi divertido! Abraços a todos!


quarta-feira, 13 de abril de 2016

Palavra da ilustradora!

Capa linda da Angela Takagui :). 

Saudações, queridos leitores! Como vão? Hoje eu estou aqui para falar de coisa boa!

Como vocês sabem, a Angela Takagui é, além de uma querida amiga, a ilustradora da série "O Enigma da Lua". Quando eu estava começando a tomar coragem de expor meus escritos, lá em 2011, ela foi fundamental para que eu pudesse botar as caras por aqui, apresentando personagens, capa, cenários... eu sempre tive muita vergonha de mostrar o que eu escrevo para os outros (ainda tenho, mas meio que ignoro XD), portanto, o apoio de pessoas próximas foi absolutamente necessário. 

Eu nem imaginava, no início, o tanto de coisas boas que eu ganharia na minha vida por causa de "O Enigma da Lua".  Portanto, chegar ao final com "O Despertar de Kathul" foi algo muito emocional para mim, e acho que isso ficou claro até mesmo na história. Como a Angela esteve presente durante toda essa caminhada e deu rostos e cores aos meus queridos personagens, captando perfeitamente tudo o que eu queria (sério! A sensibilidade dela para sentir o "clima" da coisa é incrível!), as palavras dela sobre o último volume são muito importantes e me deixaram com o coração quentinho ♥. 

Convido vocês a visitarem o Ange Ilustradora e lerem o que a minha super mega-boga ilustradora tem a dizer sobre "O Despertar de Kathul". Eu fiquei muito feliz e emocionada e por isso vim aqui compartilhar com vocês, leitores e passantes do blog. Aproveito para dizer um enorme OBRIGADA de novo. 

Eu e a Angela continuamos aprontando lá no Wattpad, com Sombra e Sol, como alguns já sabem. Já foram dar uma olhada? :) (Tá, parou o jabá. Mas se eu não fizer propaganda, quem fará, né? Desculpa, gente!). 

Um beijo no coração de todos! (Não literalmente XD). 

sexta-feira, 1 de abril de 2016

Sombra e Sol no Wattpad!



Gente! Como prometido, Sombra e Sol, minha nova empreitada literária, acaba de estrear no Wattpad. Para ler o primeiro capítulo é só clicar AQUI

Um aviso: mudei de ideia quanto à assiduidade. Os capítulos serão semanais. Creio que é mais confortável ler capítulos menores a cada semana do que um grandão a cada quinze dias. Como já tenho bastante coisa pronta, acho que consigo dar conta! 

Por hoje é só! Até breve...